Free songs
ContatoTel: (32) 8886-2915

Aranha

ARANHA

As aranhas venenosas não produzem teias geométricas, mas sim na forma de flocos de algodão. O veneno produzido é uma mistura de substâncias protéicas com atividades enzimáticas e tem a função de facilitar a alimentação, imobilizando ou matando a presa, ou agir como meio de defesa, atuando de forma neurotóxica, necrosante e/ou hemolítica.
Dentre os fatores responsáveis pela ausência de perigo da maioria de espécies de aranha, podem estar: a toxicidade e a quantidade do veneno produzido serem superficiais para humanos, as dificuldades das quelíceras em penetrar a pele, e até mesmo o hábitat destas ser pouco freqüentado  pelo homem.
As espécies que podem causar envenenamento grave ao homem, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), pertencem às infra-ordens Araneomorphae, cujos gêneros são: Latrodectus, Loxosceles, e Phoneutria, e Mygalomorphae, do gênero Atrax.
Após o acidente aracnídico, o diagnóstico clínico se baseia no relato da forma da picada e nos sintomas e sinais determinados pelos diferentes tipos de veneno, o que pode facilitar a identificação do agente agressor, uma vez que o tratamento varia conforme o gênero de aranha.

Para se prevenir contra a presença de aranhas, algumas medidas devem ser tomadas:

» Evitar acúmulo de lixo doméstico, entulho ou material de construção próximo à residência;

» Manter sempre limpos quintais e jardins;

» Manter os domicílios sempre limpos, movendo do lugar quadros e móveis, periodicamente;

» Agitar roupas pessoais, de cama e de banho antes de usar, principalmente nas áreas onde se registraram acidentes;

» Procurar ter as mãos enluvadas para mexer em entulhos, montes de lenha ou de tijolos, folhagens e buracos, bem como, no trabalho agrícola

» Andar sempre calçado, sacudindo os sapatos antes de calçá-los;

» Tapar buracos e frestas de paredes, janelas, portas e rodapés.

slogan